Grande Ziraldo

Por Cristina Marrero
Coluna Lendo

A proposta inicial dos posts publicados nesta seção é comentar sobre um livro infantil. No mês de março a Biblioteca da BEM homenageou o Ziraldo mas, pessoalmente, ficou difícil falar de apenas um livro.  Nos anos oitenta, eu, assim como muitas adolescentes da época, colecionava papéis de carta e havia uma coleção com um desenho engraçado, um simpático bichinho da maçã com o traço inconfundível de Ziraldo. Foi a primeira vez que vi o trabalho dele.

Nos anos noventa, na última página da revista Cláudia, (alguém lembra dessa revista?) aparecia a Supermãe, uma mãe carinhosa, paciente, dedicada e super, super protetora. Com ela conheci o humor deste artista mineiro , jornalista, teatrólogo, chargista e escritor reconhecido no Brasil com obras traduzidas para muitos idiomas.

Ziraldo, Supermãe

Ziraldo tem um vasto trabalho e uma história recheada de produções, em geral com muito bom humor. Junto com outros jornalistas e chargistas fundou O Pasquim, o jornal que foi uma “pedra no sapato” dos militares durante a época da ditadura. Ele criou inúmeros personagens, a turma do Pererê, Jeremias, o bom, os Zeróis e tantos outros.

Ziraldo, Pasquim

Quando as minhas filhas eram pequenas, li o primeiro livro infantil dele e não foi O menino maluquinho. Foi a história de Pelegrino e Petrônio, dois pés pertencentes à mesma pessoa mas com uma enorme de diferença entre eles. Enquanto um sonhava em ser um bailarino, o outro só queria jogar futebol, o que fazer?

Menino Maluquinho

Mas claro que é impossível citar o nome de Ziraldo sem pensar no Menino maluquinho, não? Sucesso editorial, sucesso no cinema e no teatro, este menino arteiro, inteligente e bem humorado conquistou o coração dos leitores, independente da idade. Ele vive num ambiente familiar que incentiva a sua imaginação e permite que sua infância seja aproveitada na sua totalidade. Tem o convivío de amigos inseparáveis e sempre prontos para uma traquinagem e ainda conta com a amizade e cumplicidade de Irene.

Mesmo nos momentos mais difíceis, este menino consegue sorrir e nos fazer sorrir, com uma alegria transbordante a história continua fazendo sucesso e se transformou num dos grandes clássicos da literatura infantil brasileira. Para quem quiser conhecer ou relembrar existe uma versão online.

E para quem quiser saber mais, visite no site oficial do Ziraldo.

Ziraldo e sua turma

logo_BIBPA Associe-se já à biblioteca infanto-juvenil brasileira Patricia Almeida. A BIBPA está a sua espera, com o livro “Menina bonita do laço de fita” e muitos outros dautora Ana Maria Machado. Você pode receber livros em sua casa, em todo os EUA.

 

10520087_10205119346253278_826309639437374543_nCristina ama literatura infantojuvenil e por isso, faz as aventuras, descobertas e fantasias chegarem até você através de dicas e reviews de livros. Cristina é diretora da Biblioteca Infanto-juvenil Patricia Almeida, um departamento da Brasil em Mente.

 

© Nosso conteúdo é protegido por direitos autorais. Compartilhe com o link, citando: Plataforma Brasileirinhos, Brasil em Mente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s