Perfil e Opinião: Carla Salomão

Por Carla Salomão
Coluna Perfil e Opinião

Há cinco anos moro na Alemanha. Casei com um alemão e tivemos um filho há pouco mais de quatro meses. Muito antes da chegada de nosso bebê, a preocupação com a educação de uma criança bilíngue tem povoado os meus pensamentos. E, apesar de ter formação acadêmica na área de Letras e ter lido bastante sobre o assunto, penso que a teoria será pouco para a experiência que estou prestes a experimentar.

O que me motiva a ensinar minha língua materna para meu filho poderia parecer óbvio mas, nao é o que acontece na maioria dos lares internacionais. Muitos pais nao veem a importância de educar os filhos em dois idiomas. Alguns argumentam que isso atrapalha a criança ao ingressar no Jardim de Infância, onde só é permitido falar alemão e exigido que a crianca já consiga se comunicar nesta língua. Outros dizem que não são apoiados pelo cônjuge alemão, que preferem que se fale apenas a língua alema em família. Outros ainda, nao compreendem o valor de sua própria cultura.

Nestes anos, tenho observado outras crianças filhas de casamentos internacionais, principalmente, de brasileiras com alemães. Um comportamento comum entre elas me chama a atenção: é um uso parcial ou passivo da língua portuguesa. Por exemplo, a mãe fala português com a crianca, que por sua vez, responde em alemão. O que me leva a pensar, que é preciso estimular a crianca a falar português.

Tenho em mente dois pontos importantes para querer ensinar portugues a meu filho: família e oportunidade.

Em primeiro lugar vem a família, pois não vejo meu filho como alemão somente. Ele nasceu na Alemanha e pode ser que passe boa parte ou mesmo toda a sua vida aqui. Mas ele tem mãe, avós, tios, tia e toda uma parentela brasileira. Até mesmo a meu marido, desde o início do relacionamento, fui incentivando a aprender minha língua, dizendo que ele faz parte da minha família no Brasil. E, com muito carinho e entusiasmo, ele compreendeu a importância de aprender a falar português, ao que sou imensamente grata.

Deixamos de falar inglês, nossa primeira língua em comum, e cada um passou a se comunicar no idioma do outro.

Em segundo lugar, vejo a oportunidade de proporcionar a meu filho o conhecimento de duas culturas, duas línguas, dois universos. Oportunidade de poder, sem grande esforco, a qualquer momento da vida, utilizar-se desta ferramenta a mais, tão importante no nosso atual mundo globalizado. Inúmeras empresas alemãs, procuram por profissionais bilíngues. Várias têm filiais no Brasil e outros países de fala portuguesa. Além de observar que hoje se faz o caminho de volta ao Brasil, diferente de décadas antes em que as pessoas vinham à Europa em busca de melhor educação e trabalho.

Gostei muito do que ouvi do pediatra de meu filho esses dias. Ele disse: fale português com seu filho, será muito bom pra ele. Sim, precisamos deste incentivo porque já percebi que esta nao é uma tarefa tao simples e natural como parece. Não para mim, que sonho que meu filho seja um usuário ativo da língua portuguesa falada e escrita.

Ainda tenho muitas dúvidas. Preciso ler mais, trocar experiências e por isto fiquei tao feliz ao encontrar um fórum sobre o assunto, ler sobre a experiência de outras brasileiras pelo mundo e saber da iniciativa desta equipe que tem levado o ensino do português aos Brasileirinhos dos Estados Unidos. Senti que não estou só neste projeto e isso já é também um grande incentivo a seguir em frente. Espero que mais famílias proporcionem este aprendizado a seus filhos.

Carla Salomão

4 comentários em “Perfil e Opinião: Carla Salomão

  1. Não é uma tarefa fácil, mas concordo com você, seu filho deve conhecer suas raízes. mas isso deve ser feito com muito atenção, carinho e cuidado para que ele não se perca no meio das duas culturas.

  2. Não sei se elogio primeiro seu texto pela qualidade ou pelo conteudo. Talvez seja suspeita para falar porque temos a mesma linha de raciocinio, mas esta excelente! Joshua terá orgulho dos pais que tem!

  3. Parabéns por sua inteligência e amor pelos seus familiares e principalmente pela preocupação em dar uma formação intelectual ampliada para seu filho (meu Neto). Felicidade para você, para o Joshua e para o Franklin. Deus Lhes abençoe. Eu amo vocês.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s