Brasileirinhos verde, amarelo e laranja

Por Felicia Jennings-Winterle, MA
Coluna Pelo Mundo

bandeira holandaVocê já deve ter percebido que a coluna Pelo Mundo tem viajado bastante e conhecido brasileirinhos que são mais que verde, amarelo, azul e branco. Num processo sadio de assimilação da cultura local, os pais são conscientes sobre importância e o espaço da língua e cultura de herança. E esta assimilação/manutenção é parte central de uma educação bilíngue. É nisso que acreditam as iniciativas aqui destacadas, que lutam por esta conscientização dos pais brasileiros e os ajudam neste lindo processo.

Jaqueline Menezes nos leva hoje à Holanda e nos apresenta a nova iniciativa pelo português como língua de herança (PLH), por ela criada, também chamada Brasileirinhos. A missão: oferecer e mediar por meio do brincar a experiência da cultura brasileira a crianças brasileiras entre 4 e 10 anos. Os objetivos: ensinar a língua e a cultura, estimular a valorização da cultura de seu país de origem e a fluência nela, além de ampliar as referências culturais que ultrapssam os esteriótipos.

Plataforma Brasileirinhos – Como surgiu a escolinha?
Jaqueline Menezes: Trabalho com Educação Infantil há mais de 15 anos. Sou apaixonada pelo universo de educação-aprendizagem infantil. A Brasileirinhos surgiu de minha convivência com famílias de mães brasileiras e pais holandeses. Durantes festas e reuniões que fazíamos, enquanto os adultos conversavam, as crianças brincavam entre si e por várias vezes parei para observar: a maioria delas, conforme ia crescendo, parecia ir perdendo sua identidade brasileira. Aos poucos param de falar português e perdem o interesse pela cultura de lá.

PB – Essa parece ser uma observação bem típica…
JM Pois é. Considerando ter meus filhos futuramente aqui na Holanda, comecei a temer que o mesmo acontecesse com eles. Percebi que a maioria das mães brasileiras tinha este mesmo receio, mas pouco podiam fazer, já que as crianças não tinham com quem interagir a não ser a própria mãe. Pensei então numa maneira de cultivar nossa língua e cultura e assim surgiu a Brasileirinhos: Um espaço brasileiro onde as crianças aprendem a apreciar e desenvolver sua cultura de origem brincando.

PB – Qual é o panorama das famílias multiculturais na Holanda de origem brasileira? Elas falam português com seus filhos? Você diria que a maioria delas tem esse interesse, ou prioridade?
JM – A Holanda é um dos paises mais multi-culturais do mundo! Aqui há muitos brasileiros! O perfil das famílias varia de província para província. Por exemplo, no norte da Holanda a maioria das famílias de crianças brasileiras são de mães brasileiras casadas com holandeses. No sul, há varias famílias em que tanto o pai quanto a mãe são brasileiros (vieram para a Holanda transferidos pela empresa em que trabalham).

A realidade da maioria das famílias da Brasileirinhos é: o pai holandês se comunica em holandês com a criança, a mãe brasileira se comunica em português. A criança cresce entendendo e falando português, porém conforme vai crescendo, vai parando de falar português, já que em todos os lugares a língua em que se comunica é o holandês.

Para este perfil de família, a Brasileirinhos se torna uma necessidade porque as mães receiam seus filhos não se comunicarem com seus familiares brasileiros no futuro. Quando chegam a Brasileirinhos, apresento uma metodologia de ensino que conquista o interesse da criança pela aprendizagem não só da língua mas também da cultura brasileira.

Brasileirinhos_Holanda

PB – Quantos alunos já estão matriculados?
JM – A Brasileirinhos foi fundada em Janeiro de 2013. Iniciamos com 8 crianças e agora temos 22 alunos matriculados.

PB – Você destaca em seu site que sua metodologia é através do brincar, por quê?
JM – 
“A brincadeira não é um mero passatempo, ela ajuda o desenvolvimento das crianças, promovendo processo de socialização e descoberta do mundo” (Juliana Tavares Maurício). Apesar desta afirmação ser específica sobre o brincar, utilizamos também outras ferramentas para estimular a aprendizagem: a diversão e o afeto!

Quando estava no último ano de Pedagogia, lembro de uma palestra realizada por um neurologista especializado em aprendizagem e uma de suas afirmações mudou o curso de minha prática pedagógica.

“Quando o sistema límbico emocional torna-se excitado ou estimulado em relação a um acontecimento ou fato, isso faz com que produzimos neurotransmissor excitador catecolamina, assim como a noradrenalina, que grava fortemente as memórias no cérebro.”

Desde então, entendi que a aprendizagem acontece melhor quando há interesse pelo que está sendo ensinado. E este interesse despertamos por meio do brincar, da diversão e do afeto. Todos os temas trabalhados na Brasileirinhos (Dia do Indio, Festa Junina etc) são trabalhados por meio do brincar.

Brasileirinhos

PB -Desejamos a vocês grandes projetos e muito sucesso!

Contato: info@brasileirinhos.nl

Screen Shot 2015-10-20 at 8.49.02 PMFelicia é educadora e pesquisadora sobre o português como língua de herança. Fundadora da Brasil em Mente, é editora da Plataforma Brasileirinhos.
© Nosso conteúdo é protegido por direitos autorais. Compartilhe somente com o link, citando: Plataforma Brasileirinhos, Brasil em Mente.

Um comentário em “Brasileirinhos verde, amarelo e laranja

  1. Parabéns Jaque que projeto lindo que Deus te abençoe e parabéns pela iniciativa da revista em abordar um tema tão importante.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s