Lendo Poesia na Varanda

Por Cristina Marrero
Coluna Lendo

Poesia na Varanda
Poesia de novo? vocês dirão e eu direi: Poesia toda hora, todos os dias dias. Poesia sempre! Porque ela, a poesia, tem lugar cativo na nossa imaginação, ela preenche todos os cantos do nosso coração. Ela está até… na varanda! Poesia na varanda? quem diria… Sonia Junqueira encontrou a poesia lá, numa varanda, numa noite de luar, numa gatinha amarela, na chuva, no choro.

Este livro é delicioso para crianças e adultos, as palavras nos remetem às coisas simples e que podem nos proporcionar tanta alegria. Porque no fundo, todos nós sabemos que é na simplicidade da vida que encontramos as maiores alegrias. Algumas poesias parecem engatadas com músicas da nossa infância, eu lembrei de um certo alecrim dourado logo na primeira página. E a música “Atirei o pau no gato” parece estar escondidinha entre os versos da segunda página, ou será mera coincidência o fato da gatinha amarela e macia chamar-se Chiquinha? Ah, mas ninguém vai duvidar que “a poesia na forma de uma canção que falava de uma rua com pedrinhas de brilhantes” não é a mesma rua que faz parte de uma das cantigas mais doces da infância.

Sonia Junqueira nasceu em Três Corações, Minas Gerais, para mim uma cidade com esse nome já é meio caminho para a poesia… Foi professora de Português e hoje se dedica à Literatura Infantil e Juvenil como autora e editora. Desde pequena gostava de brincar na chuva e guarda lembranças lindas dessa época, talvez por isso no livro a chuva também está presente, com cheiro doce e pingos grossos molhando e inundando tudo com poesia.

As ilustrações do livro são de Flávio Fargas e casam direiinho com a leveza das palavras. As imagens tem textura, parece até que podemos sentir a maciez da gatinha, o conforto da menina deitada num belo tapete, o brilho da lua cheia. Todo esse colorido leva o pequeno leitor a um mundo de cores, enfeitado com palavras melodiosas que brincam e dançam. Ah, que delícia a vida assim, numa varanda que pode estar numa fazenda, numa casa, num apartamento, dentro da sala, do quarto porque o lugar é o de menos quando a poesia nos invade o coração e nos faz sorrir.

logo_BIBPAAssocie-se já à única biblioteca infanto-juvenil brasileira com sede, fora do Brasil. A BIBPA está a sua espera, com o livro “Poesia na Varanda”. Você pode receber livros em sua casa também, em todo os EUA.

 

10520087_10205119346253278_826309639437374543_nCristina ama literatura infantojuvenil e por isso, faz as aventuras, descobertas e fantasias chegarem até você através de dicas e reviews de livros. Cristina é diretora da Biblioteca Infanto-juvenil Patricia Almeida, um departamento da Brasil em Mente.

 

© Nosso conteúdo é protegido por direitos autorais. Compartilhe com o link, citando: Plataforma Brasileirinhos, Brasil em Mente.

Anúncios

2 comentários em “Lendo Poesia na Varanda

  1. Olá Sabrina! Antes de responder procurei saber se havia uma resposta da própria autora mas não achei. Particularmente acho que o título tem a ver com as suas lembranças de infância, nascida no interior de Minas Gerais, a autora teve muito contato com a natureza e vida interiorana. Quando penso no título, logo me vem à mente a varanda de um pequeno sítio, talvez uma fogueira, grilos e sapos fazendo barulho, biscoitos caseiros e todas essas coisas simples da vida que estão presentes na poesia do livro. Abraços

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s