Especial Dia do PLH: Poesia folclórica

Por Felicia Jennings-Winterle & Ana Julia Ferreira
Especial Dia do PLH

Você sabe por quê o dia do PLH será comemorado no dia 16 de maio?

Porque o conceito de Língua de Herança considerada a estreita relação entre língua e cultura, uma vez que a herança que está sendo passada não corresponde apenas a habilidades linguísticas da LH, mas também à cultura e aos costumes do país de origem do(s) pai(s). Já que 8 países tem a língua portuguesa como língua oficial (Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste), 8 x 2 =16. Saiba mais, aqui.

Nessa perspectiva, torna-se essencial aprender a falar a língua portuguesa, dentro de um contexto enriquecido por aspectos culturais como a culinária, o cancioneiro, a história, a literatura e a poesia.

Ana Julia Ferreira, 13 anos, é uma brasileirinha residente em NY, nascida no Brasil, totalmente imersa na cultura americana. Ela mudou-se para cá há 2 anos e fala um inglês perfeito. Sua família acredita na importância da valorização e manutenção da língua e cultura do país de origem, por isso em casa falam só português e investem em aulas semanais. Parte do projeto das aulas é, a pedido da Ana Julia, ler e compôr poesias. Eu e ela escrevemos uma série especial sobre alguns personagens do folclore. As ilustrações são da Cuca Maluca.

SACI PERERÊsaci01-d382f1792cAna Julia Ferreira

Saci pêrere
Levado e contente,
é aquele menino carente.
Nó no rabo, puxo o dedão,
corre o menino e vira um furacão.
O que fazer
não podemos esquecer,
não pode correr,
nem se esconder.
Pegue a garrafa e faça ele desaparecer.
E aquele chapéu, o que faço com ele?
Pegue-o do menino e suma com ele.

 

 

IARA
Felicia Jennings-Winterle

Linda, linda a Iara
Sedutora a Iara
Poderosa, esplendorosa
Dona de voz fervorosa
Cuidado, cara
A voz dela é brava, cara
Reza braba
Cara, cara…

A Iara é mulher cara
Para amar a peça rara
A vida para

 

 

CUCA
Ana Julia Ferreira

Cuidado, nenenzinho,
a cuca está a caminho.
Você deve se comportar,
para ela não resolver voltar.
Não chore não,
pois na escuridão,
a Cuca não dorme não,
ela te pega pela mão,
e te leva para o buracão.

 

 

BICHO PAPÃO
Felicia Jennings-Winterle

Quanta escuridão
só ele o bicho papão
bão, bão, bão, bão
chega de supetão
abre o bocão
e morde a mão
Mãozinha, pézinho
de um bebezinho
que chora baixinho
Mas que pobrezinho
mãezinha vem logo
Ô coitadinho.

 

 

CURUPIRAcurupira01-fff6d6c17eAna Julia Ferreira

Corre coelho!
Corre leão!
Caçadores correndo com faca na mão!
O que é aquele foguinho correndo?
É aquele menino sardento!
Os pés para tras,
ele corre demais!
Siga o menino!
Diz o caçador
Mas onde ele foi?
E começa o tremor
Cabelo de fogo
Amor no coração
Corre aquele menino como um furacão

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s