31 de outubro: Halloween e Dia do Saci?

Editorial
Por Felicia Jennings-Winterle

Plataforma Brasileirinhos, Editora

O Saci-Pererê é um dos personagens mais conhecidos do folclore brasileiro. É herança das culturas indígenas, especificamente da região Sul do Brasil. Na época colonial era um simpático menino índio que vivia aprontando travessuras na floresta.

saciAo migrar para o norte do país, o mito e o personagem mudaram e receberam influências da cultura africana. O Saci transformou-se num jovem negro com apenas uma perna – havia perdido a outra numa luta de capoeira – e passou a usar um gorro vermelho e um cachimbo.

A traquinagem é a marca registrada do Saci – ele assusta viajantes, esconde objetos domésticos, assusta os animais no pasto e muito mais. Ele é também um grande conhecedor das ervas, da fabricação de chás e medicamentos feitos com plantas. Ele guarda os segredos da floresta e todos os conhecimentos que dela vêm.

Trabalhos como os dos folcloristas Silvio Romero e Câmara Cascudo introduziram os componentes dessa herança ao imaginário do campo e da cidade. Mas foi Monteiro Lobato quem popularizou o Saci, a Iara, a Cuca, personagens nas histórias do Sítio do Pica-Pau Amarelo.

Lendas brasileiras se espalharam quando o Sítio ganhou as telas da televisão, num seriado que foi produzido e reproduzido desde a década de 1950.

Até ai, maravilha. O saci, e todo a riqueza do folclore brasileiro, merecem um dia, uma semana, um mês… um ano inteiro de trabalho e celebração. Porém, desde 2003, tem-se popularizado o Dia do Saci. E adivinha que dia? No dia 31 de outubro. E que outra festividade é comemorada nesse dia? O americanizado (comercializado) e americaníssimo Halloween.

Se você fizer uma busca na Internet sobre a criação dessa data verá que o texto sempre começa assim:

“Com o objetivo de diminuir a importância da comemoração do Halloween no Brasil, foi criado em caráter nacional, em 2005, o Dia do Saci ( 31 de outubro). Uma forma de valorizar mais o folclore nacional, diminuíndo a influência do cultura norte-americana em nosso país”.

O Dia do Saci consta do projeto de lei federal nº 2.762, de 2003 (apensado ao projeto de lei federal nº 2.479, de 2003), elaborado pelo deputado federal Chico Alencar, (PSOLRJ) e pela vereadora de São José dos Campos Ângela Guadagnin (PTSP), com o objetivo de resgatar figuras do folclore brasileiro, em contraposição ao “Dia das Bruxas“, ou Halloween, de tradição cultural celta. Propõe-se seja celebrado em 31 de Outubro.

E por que isso importa?

O folclore brasileiro não precisa ser mais um elemento americanizado – precisa ser repensado, redimensionado e internacionalizado. Isso é diferente.

Da mesma forma que, no âmbito dos leitores desta plataforma, é importantíssimo que os promotores do português como língua de herança (PLH) celebrem em seus espaços “abrasileirados” as festividades locais, entre elas o Halloween, é importantíssimo que sejamos mantenedores, como o Saci – mantenedores da herança brasileira.

A proposta de um dia para o Saci é ótima, mas, ao meu ver, celebrá-la no dia 31 de outubro para “diminuir a importância da comemoração do Halloween no Brasil” é tapar o sol com a peneira. Coincidir essas datas com essa justificativa se trata de uma desvalorização das diferentes manifestações culturais – brasileiras e americanas.

É preciso que pensemos – que herança é essa que cultivamos no Brasil e no mundo? Ela é composta só dos personagens imortalizados por Monteiro Lobato? É só essa que é vestida em fantasias caricaturadas? Ela é/está mais internacional do que nacional? Mais branca do que negra ou indígena?

Pensar sobre essas questões não precisa de uma data. Pensar sobre a sua herança deve ser um exercício diário. Aliás, o calendário brasileiro é cheio de datas emblemáticas para essas reflexões: o Carnaval, a Páscoa, o Dia do Índio (19 de abril), o Dia de Tiradentes (21 de abril), o Dia do Folclore (22 de agosto), o Dia da Consciência Negra (20 de novembro) e (por que não?) o próprio Dia do Português como Língua de Herança (16 de maio).

 +Participe da III Conferência sobre o PLH com o tema “Quais são as heranças dessa herança”.

No dia 31 de outubro, coloque a sua fantasia, saia “trick or treating” todos os vizinhos, e coma muito, muito doce. Essa também é uma de suas heranças. E, quem sabe, dê uma pesquisada sobre as origens do Halloween também.

 

Screen Shot 2015-10-20 at 8.49.02 PMFelicia é educadora e pesquisadora sobre o português como língua de herança. Fundadora da Brasil em Mente, é editora da Plataforma Brasileirinhos.

 

© Nosso conteúdo é protegido por direitos autorais. Compartilhe somente com o link, citando: Plataforma Brasileirinhos, Brasil em Mente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s