Bandeirinhas

Por Felicia Jennings-Winterle
Editorial, Junho 2016

Junho é um mês especial. Claro, todo mês é especial. Mas junho é mês de festa, mês de cultura… mês de manter viva a tradição da festa junina. É simples, é simples assim. A festa junina, por mais gourmet que a pipoca, a paçoca e o bolo de milho tenham se tornado, é coisa simples, cheia de vida. É uma festa que reúne a comunidade, dá chance para eu e você matarmos saudades e para nossos brasileirinhos formarem laços.
Como é simples assim, nesse mês compartilharemos memórias. Quais são as suas memórias de festa junina?
As minhas englobam uma linda fogueira feita de papel celofane e papelão colocada num canteiro no Central Park, rodeada por muitos brasileirinhos cantando e dançando quadrilha. Uma memória escrita de maneira bem mais eloquente é a da Patricia Almeida, autora do Blog Brasileirinhos. Compartilho com vocês e peço que compartilhem conosco as suas.

dicas_festa_reproducao

Bandeirinhas
Por Patricia Almeida

Bandeirinhas, quadrilha, pula a fogueira…
Pau-de-sebo, casamento na roça, pescaria…
Simpatia de Santo Antônio, sanfona, correio elegante…
Muito forró…

E as comidas então?
Canjica, pé-de-moleque, arroz doce, paçoca, quentão, milho cozinho, salsichão, curau, batata doce assada na fogueira com melado!
Quanta coisa boa!

Tenho ótimas memórias das festas juninas da minha infância. Na escola, na igreja, na rua. A excitação na hora da escolha do par, a empolgação na escolha do vestido. E na hora da quadrilha, olha o balancê, olha a chuva, olha a cobra, é mentira! Como eu me diverti!

Não dá pra privar minhas filhas dessa experiência tão brasileira!
Apesar de ter começado para comemorar os dias de três santos católicos celebrados em junho, Antônio(13/6), João(24/6) e Pedro(29/6), a festa junina pode ser comemorada seja qual for a sua religião.
Nos estados do nordeste a celebração toma proporções gigantescas. Em Campina Grande, na Paraíba, acontece o maior São João do Mundo. Hoje se trasformou numa festa para 2 milhões de pessoas que dura o mês inteiro e traz turistas para a região. Tem shows de cantores famosos e até camarote!

E quem está fora da terrinha também pode participar! Não deixe o mês de junho passar em branco! Aproveite as festas juninas que estão rolando na sua comunidade. Ou então, encha o salão de bandeirinhas, ensaie a quadrilha e convide os amigos para o “arraiá “! Ah, e não esqueça a fantasia de caipira: chapéu de palha e o vestido de chita!

 

© Nosso conteúdo é protegido por direitos autorais. Compartilhe somente com o link, citando: Plataforma Brasileirinhos, Brasil em Mente.

Anúncios

2 comentários em “Bandeirinhas

  1. Realmente, um mês de fortes emoções…. Os presentes da caixa-surpresa, a cadeia feita de palha de bambu, as comilanças e a maquiagem com pintinhas na bochecha para as meninas e o dente banguelo dos meninos. Retalhos de pano nas calças do irmão e renda no vestido (às vezes o vestido era o mesmo do ano passado, mas com um babado a mais de renda na barra, pra compensar as pernas em constante crescimento). E ainda tinha a calçola que passava da barra da saia, para as moças da roça mais comportadas.
    O casamento na roça (quem vai ser a noiva esse ano?), e o mais importante: quem será o seu par na quadrilha! Um Uma lembrança muito gostosa minha era de fazer cartões para o correio elegante, tudo escrito com carinho usando canetinha, em cartolina colorida e recortada com a tesoura de zigue-zague. Que saudade, bom festejo a todos!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s