Como é que eles aprendem a ler em português?

Ana Paula Calabresi
Perfil e Opinião

Desde que eu e minha família mudamos para o Canadá, em 2007, nunca passou pela minha cabeça não falar português em casa. Pra mim isso era óbvio. Minha filha mais velha tinha quase 3 anos na época e já se comunicava perfeitamente na nossa língua. Eu sempre ouvia dizer que criança aprendia outras línguas super rápido e realmente não me preocupei em ajudá-la a aprender inglês em casa.

Quando ela começou a frequentar a pré-escola, e depois o Kindergarten, e começou a aprender as letras, o som das letras, o nome das letras, foi que eu comecei a ficar com a pulga atrás da orelha. Sim, ela fala português fluentemente. Mas como será que vai aprender a ler e escrever?

Li sobre o assunto e falei com os professores e o consenso era: deixa a criança se alfabetizar primeiro em uma língua e depois introduz a outra. Era unânime a opinião de que ensinar a criança ler e escrever em duas línguas ao mesmo tempo não seria benéfico nem eficiente.

Tentei me tranquilizar e confiar que o processo ia funcionar naturalmente. Nunca sentei com a menina pra fazer cartilha de alfabetização. Ensinava o som das letras em português, isso sim. E ela, aos 5 anos, sabia exatamente como o A era “ei” em inglês, e “ah” em português. Cantávamos a musiquinha do alfabeto em português. Eu fazia questão (e ainda faço) de comprar livros em português e lia para ela, mostrando as palavras. Eu tentava levar o processo bem tranquilamente, sem pressão.

brasileirinhos-leitura-portugues2

Aos poucos, ela começou a ler em inglês. Essa fase do desenvolvimento da criança é tão fantástica, não é? Quando elas começam a juntar os sons das letras e ler as palavras! Eu fiquei encantada.

Não lembro ao certo quando foi que aconteceu. Talvez ela já tivesse 6 anos? Ela já lia em inglês. Certo dia, ela pegou um dos livros que temos em casa, em português, e começou a ler. Sozinha. Um dos primeiros livros que ela conseguiu ler foi Mico Maneco, da Ana Maria Machado, que ela escreveu justamente para ajudar a filha a aprender português, quando moravam fora do Brasil. Eu mal podia acreditar que minha filha estava lendo em português, sem eu ter ensinado nadinha pra ela.

Mais tarde, quando estudei sobre bilinguismo, entendi o motivo dos profissionais recomendarem a alfabetização em uma língua apenas. Tudo que a criança aprende em uma língua é transferido para o aprendizado da segunda língua. Ou seja, quando minha filha aprendeu o som das letras em inglês, ela usou esse recurso para juntar as letras em português. Em alguns casos, não saia perfeito, lógico, e eu ia corrigindo na medida que os erros apareciam. Mas o fato é que ela aprendeu a ler sozinha. Sem eu ter forçado ou ensinado.

Para incentivá-la a continuar lendo em português, sempre peço para familiares comprarem livros infantis da terrinha e mandar pra minha casa. Ou quando vem alguém de lá, a mala sempre vem com encomendas de livros. Outra coisa que faz muito sucesso aqui em casa são revistas em quadrinhos. Minhas filhas adoram a Turma da Mônica, e devoram os gibis!

Minha filha mais velha tem 10 anos hoje. Ela não tem muitas oportunidades de escrever em português, mas consegue escrever. Com muitos erros, claro. Erros de gramática, de ortografia. Eu vou corrigindo aos poucos e em algumas ocasiões tentei ensiná-la algumas regras ortográficas e gramaticais. Mas não me preocupo. Sei que ela consegue ler e consegue se comunicar na nossa língua.

A mais nova, com 5 anos, está aprendendo a ler agora. Está trilhando o mesmo caminho da irmã e também já me surpreendeu lendo palavras soltas do Mico Maneco.

Ana Paula Calabresi tem um caso de amor com a palavra escrita e escreve sobre sua vida em Vancouver, no Canadá, no blog Colorida Vida (www.coloridavida.com). Recentemente ela fez um podcast sobre alfabetização com Felicia Jennings-Winterle, editora deste blog . Ouça, aqui.

brasileirinhos-leitura-portugues3

7 comentários em “Como é que eles aprendem a ler em português?

  1. Super importante essa reflexão compartilhada aqui. Eu também tenho uma filha em idade de alfabetização e procedi da mesma forma, depois de buscar bastante respaldo teórico. Acho arricadíssimo comparar sistemas fonéticos na fase de aquisição da base alfabética. Manter uma rotina regular de leitura compartilhada em português em casa, enquanto a alfabetização em inglês acontece, é a melhor forma de ajudar, no meu ponto de vista.

  2. Ana, vim parar aqui através do link no seu último post lá no blog e adorei! Me interesso muito por bilinguismo e vez ou outra leio sobre o assunto. Que incrível sua filha ter começando a ler em português assim sozinha! Parabéns!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s